METAR

TAF

 

Glossário de Meteorologia


Termos Meteorológicos

A B C D E F G H I J L M N O P R S T U V Z


Abreviaturas

A B C D E F G H I J K L M N O P Q R S T U V W Z




Resultado da Consulta de Termos - Letra "T"



TEMPERATURA
Medida do nível de agitação molecular ou grau de calor de uma substância, estando associada à capacidade desta substância em receber ou transmitir calor. É medida em uma escala arbitrária com origem em zero grau absoluto, quando as moléculas teoricamente param de mover-se.


TEMPERATURA MÉDIA
Valor médio das temperaturas registradas durante um período específico de tempo. É muitas vezes estimada através do cálculo da média entre as temperaturas máxima e mínima.


TEMPESTADE TROPICAL
Ciclone tropical cujos ventos contínuos na superfície variam entre 63 quilômetros por hora (34 nós) e 116 quilômetros por hora (63 nós). Quando uma Tempestade Tropical é identificada o fenômeno recebe um nome e tem sua trajetória monitorada.


TEMPESTADES
Produzidas por nuvens do tipo cumulonimbus, são eventos de micro-escala e de curta duração caracterizados por trovoadas, raios, rajadas de vento, turbulência, granizo, gelo, chuva, ventos fortes descendentes e em situações extremas, tornados.


TEMPO
Estado da atmosfera em um determinado período, associado a sua influência na vida e atividades do ser humano. É a variação atmosférica de curto prazo, ao contrário das mudanças climáticas, que são variações de longo prazo. O tempo é freqüentemente descrito em termos de luminosidade, nebulosidade, umidade, precipitação, temperatura, visibilidade e vento.


TEMPO BOM
Descrição subjetiva do tempo. Considerado como condições agradáveis do tempo para um dado período do ano e localização física.


TEMPO MÉDIO DE GREENWICH
Convenção utilizada para identificar o tempo de referência no planeta, definido a partir do fuso horário Zero. Este fuso abrange o meridiano de referência, que passa por Greenwich, Inglaterra, onde este método de divisão de tempo mundial foi inicialmente utilizado. Segundo o método, o globo é dividido em 24 fusos horários de 15 graus de arco, ou distantes uma hora entre si. A leste do meridiano de Greenwich, os fusos vão de uma a 12 horas, antecedidos pelo sinal negativo (-), indicando o número de horas a ser subtraído para se obter o Tempo Médio de Greenwich (TMG). A oeste, os fusos horários vão de uma a 12 horas, mas são antecedidos pelo sinal positivo (+), indicando o número de horas a ser somado para se obter o TMG. Termos relacionados: Coordenada de Tempo Universal, Zulu-Coordenadas do Tempo.


TEMPO SEVERO
Qualquer evento de tempo destrutivo, estando em geral associado a tempestades localizadas como temporais fortes, nevascas ou tornados.


TERMÓGRAFO
Termômetro utilizado para medir temperaturas e registrar, de forma contínua, seus valores em um gráfico.


TERMÔMETRO
Instrumento utilizado para medir a temperatura. O valor medido pode ser representado através de diferentes escalas, sendo Celsius, Fahrenheit e Kelvin as mais utilizadas em meteorologia.


TERMÔMETRO DE BULBO SECO
Termômetro utilizado para medir a temperatura ambiente. A temperatura registrada é considerada equivalente à temperatura do ar. Um dos dois termômetros que compõem um psicrômetro.


TETO
Altura da camada mais baixa de nuvens que cobre mais da metade do céu. Se o céu estiver totalmente obscuro, o teto é a altura resultante da quantificação da visibilidade vertical.


TORNADO
Coluna de ar com movimento circular violento, que estende-se desde a base de uma nuvem convectiva até a superfície da Terra. É o fenômeno mais destrutivo na escala de tempestades atmosféricas. Pode ocorrer em qualquer parte do mundo, quando se verificam as condições específicas de tempo, embora seja mais freqüente nos Estados Unidos, na região conhecida como Corredor dos Tornados.


TROVÃO
Som emitido pela rápida expansão de gases, ao longo de um canal de descarga elétrica, gerado por um raio. Mais de três quartos da descarga elétrica é utilizada no aquecimento de gases no interior e ao redor da área visível do relâmpago. As temperaturas podem elevar-se a mais de 10.000 graus Celsius em microssegundos, resultando em uma violenta onda de pressão, composta de compressão e expansão. O estrondo do trovão é criado quando nossos ouvidos são atingidos por diferentes ondas, resultantes de uma mesma descarga, porém com origens localizadas a diferentes distâncias do observador.


TUFÃO
Nome dado aos ciclones tropicais com velocidade de ventos contínuos igual ou superior a 120km/h (65 nós), no Oceano Pacífico Norte ocidental. Ciclones tropicais com as mesmas características são chamados de furacões no Pacífico Norte oriental e Oceano Atlântico Norte, e de ciclones no Oceano Índico.


TURBULÊNCIA
Movimentos irregulares e abruptos na atmosfera, causados pelo deslocamento de pequenos redemoinhos na corrente de ar. A turbulência atmosférica é causada por flutuações aleatórias no fluxo do vento. Pode ser causada por correntes térmicas ou convectivas, diferenças no relevo, variação na velocidade do vento ao longo de uma zona frontal, ou alterações na temperatura e pressão.


TURBULÊNCIA EM CÉU CLARO
Nome dado à turbulência que pode ocorrer quando o ar está perfeitamente claro, sem nenhuma nebulosidade. É mais comum nas proximidades de correntes de jato, onde se encontra cisalhamento horizontal e vertical do vento, embora não esteja limitada a estas áreas. Pode acontecer também em regiões próximas a montanhas, em áreas de baixa pressão em altos níveis e em regiões de cisalhamento no vento. Pode ser chamada de TAC.


TWISTER
Uma gíria, utilizada nos Estados Unidos, como referência a Tornado.